top of page
  • Clinica Valéria Marcondes Dermatologia e Estética

Como tratar as manchas de sol?





Durante o verão, é comum que as pacientes se queixam de manchas de sol. Mas sabia que elas variam?


Existem:


Melanose solar, também conhecida por manchas senis, que são desencadeadas pelo excesso de exposição solar. Costuma aparecer no dorso das mãos, colo e costas, áreas que costumam estar mais desprotegidas.


Efélides, também conhecidas como sardas, que são manchas de características genéticas.


Melasma, um distúrbio de pigmentação caracterizado pelo surgimento de manchas na pele de tom amarronzado. Geralmente aparece nas bochechas, na testa e no buço. Surge, principalmente, em mulheres na fase da menopausa ou que fazem o uso de anticoncepcionais. Também piora com o sol sem proteção.


Hiperpigmentação pós-inflamatória, surge, geralmente, em processos inflamatórios, como é o caso de acne, espinhas e outras lesões. Ou ainda acontece por alguma reação externa, como, por exemplo, nos queimamos com gotinhas de limão.


O primeiro passo para recomendar uma solução é entender de quais manchas falamos. Em alguns casos, cremes específicos com medicamentos já oferecem bons resultados.


Em outros, vamos precisar de prescrição de remédios por via oral, lasers, luz pulsada e até peelings.


Atenção! Não tente fazer o clareamento com receitas caseiras, pois elas podem agravar ou até ferir a pele.


Consulte um dermato para ter a melhor indicação para seu caso.



7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page