top of page
  • Clinica Valéria Marcondes Dermatologia e Estética

Os 4 tipos de olheiras



Reconhecer seu tipo de olheira é muito importante para acertar no tratamento. Elas podem ser tratadas e amenizadas por meio de uma série de técnicas, que vão desde procedimentos realizados em consultório até dermocosméticos.

Por isso, se as manchinhas escuras ou profundas embaixo dos olhos estão te incomodando, não deixe de procurar seu dermatologista.


Saiba quais são os tipos de olheiras e os tratamentos mais indicados:


Olheiras vasculares


Coloração: arroxeada, azulada ou até avermelhada. Podem deixar a região abaixo dos olhos mais inchada.


Causas: distúrbios do sistema circulatório, aumento dos vasos sanguíneos e pele muito fina na região. Pioram com retenção de líquidos, estresse, noites mal dormidas e cansaço.


Tratamentos: laser e luz pulsada, drenagem linfática, dermocosméticos.



Olheiras pigmentares


Coloração: amarronzada ou marrom-acinzentada.


Causas: acúmulo de pigmentos na pele fina dos olhos. Geralmente, são mais comuns em pessoas que possuem a pele morena a negra. Pioram com exposição solar.


Tratamentos: laser, peelings e dermocosméticos despigmentantes.


Olheiras estruturais ou profundas


Coloração: castanha ou marrom-acinzentada. Costumam dar um ar de constante cansaço.


Causas: maior profundidade do sulco nasojugal (goteira lacrimal) e, às vezes, do sulco palpebromalar.


Tratamentos: preenchimento.


Olheiras mistas


Acontecem quando dois ou mais tipos de olheiras se associam.


Apresentam características combinadas e, normalmente, também exigem tratamentos combinados.



Para agendamento, fale com a gente.


318 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page