top of page
  • Clinica Valéria Marcondes Dermatologia e Estética

Qual o risco do skincare em crianças e adolescentes?


Mãe e filha fazendo skincare juntas

A busca pela pele perfeita é compreensível, mas devemos estar atentos aos excessos. Recentemente, começou a surgir um movimento de obsessão de crianças e pré-adolescentes por skincare, mas isso pode acarretar sérios riscos.


Como as crianças e adolescentes entraram no mundo da skincare?

Recentemente nos Estados Unidos, surgiram os termos "Sephora Tweens" e "Sephora kids" em referência aos adolescentes mais jovens que passaram a frequentar e comprar de forma mais massiva nas lojas de produtos de beleza.

 

Quais os perigos do skincare para crianças e adolescentes?

A pele da criança e do pré-adolescente ainda está em formação. Ou seja, o uso abusivo do skincare, mesmo ácidos ou ativos anti-envelhecimento, não só pode machucar, irritar e queimar o rosto, como também podem alterar o desenvolvimento normal das glândulas de suor, sebáceas e até mesmo do extrato córneo, alterando assim o manto hidrolipídico.


Além disso, produtos muito oclusivos podem dar uma acne comedogênica. Ou seja: antes de ter a acne hormonal, ela pode ter uma acne por excesso de produtos de hidratação inadequados para essa pele.


Qual a alternativa para crianças e adolescentes?

É fundamental ter acompanhamento de um dermatologista e usar somente os produtos indicados por esse profissional para não correr riscos de saúde.

 

Saiba mais sobre os cuidados com a pele de crianças e adolescentes

Marque uma avaliação e acompanhe a evolução da pele das crianças e dos adolescentes.

31 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page